Pata de elefante, frescura tropical no seu jardim

Estamos em época de mudança e, com um simples detalhe, é fácil fazer o seu jardim parecer um jardim especial: um vaso simples, mas bonito, e uma pata de elefante, planta cujo tronco é, por si só, a excelência da decoração.

CFR - PT - TOFU - CTA TEXT - Exteriores

Os ambientes decorados com esta planta, que, com o tempo, pode atingir grandes dimensões, evocam o espírito mexicano e o país de onde é oriunda.

pata de elefante

A pata de elefante adaptou-se perfeitamente às condições meteorológicas do nosso país e oferece a vantagem de se poder controlar o seu crescimento em vasos durante anos, desde que estes tenham as dimensões adequadas: é importante escolher vasos não muito altos, de forma a permitir apreciar a distribuição das raízes na terra, mas com o diâmetro suficiente para propiciar o crescimento circular da base do tronco, que está na origem do nome pata de elefante.

CFR - PT - TOFU - CTA TEXT - Exteriores

Porém, a pata de elefante pode alcançar dimensões admiráveis, sendo por isso um elemento decorativo ideal para jardins espaçosos, que nos permitem dar rédea solta à imaginação.

pata de elefante

A versatilidade da pata de elefante na decoração permite-lhe tirar o maior partido da sua criatividade em decorações originais e exóticas: uma pata de elefante… e por que não… duas… ou três? Uma composição de várias patas de elefante num solo de cascalho e/ou seixos brancos, formando um espaço de silêncio e meditação a modo de sublime jardim oriental. As folhas são longas fitas coriáceas de cor verde brilhante, com margens nítidas; os exemplares grandes podem medir entre 1 e 1,5 metros de comprimento e cobrir grande parte do tronco como uma frondosa cabeleira. Um ambiente como este, em que o verde e o silêncio imperam, é a paisagem ideal para a colocação de móveis de jardim minimalistas. Uma convidativa cadeira de baloiço com uma mesa discreta, onde apoiar uma chávena de chá e o seu livro preferido.

pata de elefante

A pata de elefante não requer grandes cuidados, precisando apenas de pouca água, sol e calor. Assim, no caso de ser colocada em ambientes fechados, é necessário garantir muita luz, de preferência sol direto, ou um local quente e bem arejado, mesmo no inverno. É fundamental que o substrato tenha boa drenagem e seja preferivelmente ácido, como o específico para catos e plantas suculentas. A irrigação é uma condição tão determinante como fácil de levar a cabo: deve ser escassa no verão — permitindo que o solo seque no meio — e nula no inverno. Durante os meses mais quentes, as folhas devem ser borrifadas com água para evitar que as pontas ressequem. Sendo uma planta de crescimento lento, a pata de elefante não requer transplantes frequentes, mas, no caso de o fazer, é muito importante ter o cuidado de não danificar as raízes. Pelas suas características e necessidades — rega e tipo de terra — esta planta condiz perfeitamente com vários tipos de catos, permitindo a criação de ambientes desérticos inspiradores. A floração ocorre no verão e os exemplares adultos, que chegam a ultrapassar um metro de comprimento, emitem panículas eretas com pequenas flores de cor creme. Ao cabo de um tempo, estas flores dão lugar a pequenos frutos que contêm sementes.

Quando decidir o número e o tamanho das patas de elefante que lhe agradam, conte connosco para o projeto de decoração do seu jardim. Consulte o nosso mobiliário de jardim para encontrar novas ideias.

 

CFR - PT - TOFU - CTA POST - Exteriores