O sofá certo para cada casa by Helena Magalhães

Helena Magalhães é escritora, influenciadora e apaixonada por decoração. O que mais gosta é de misturar coisas em segunda mão com outras modernas e de mostrar como é possível tornar cada casa única e individual. Desafiámos a Helena a encontrar sofás para todos os gostos e necessidades. E ela contou-nos a sua história com um sofá Conforama.

A escolha do sofá

Uma das primeiras coisa em que pensamos quando estamos a mobilar ou a renovar a casa é um sofá. Mais do que um mero acessório de decoração, o sofá é uma das artérias principais do coração da casa. É onde a família se senta ao final do dia a conversar, é onde passamos tempo com as pessoas que amamos, é onde relaxamos depois do trabalho e onde, enfim, vivemos a nossa casa. Um sofá tem, por isso, de combinar perfeitamente não só com a casa mas também connosco, com a nossa personalidade.

Sofá Andrew Conforama 14/5000 grande espaço

Quando mudei de casa, apaixonei-me pelo sofá ANDREW da Conforama, um grande sofá vintage em pele. Combinava comigo, com a minha personalidade e com a decoração da minha casa que é meio antiga, meio moderna. Cheguei à loja, caí de amores pelo sofá, comprei e mandei entregar. Parece uma história de amor à primeira vista, certo?

Sabem o que é que aconteceu? A minha sala é pequena e o sofá ocupou metade do meu espaço. Depois de andar a pensar nisto durante uns dias, de perguntar aos meus amigos e até de mostrar nas redes sociais para ouvir mais opiniões, dei a mão à palmatória e devolvi o sofá. Decidi-me por um mais pequeno e combinei-o com um cadeirão (que mostro mais abaixo) para tornar a sala mais acolhedora. E isto fez-me perceber que não basta só gostar de um sofá – ele tem de encaixar perfeitamente em todos os eixos da nossa vida: espaço, conforto e uso.

Qual é o sofá certo para cada pessoa?

Está tudo relacionado com o uso que se vai dar. Um sofá que sirva para atividades do dia a dia como relaxar, ver televisão, ler, estar com as crianças deve ser profundo, macio, com os braços mais baixos que as costas. Terá de ser um sofá confortável, grande e onde caiba toda a família. Em salas pequenas, pode-se combinar um sofá confortável mais pequeno com um ou dois cadeirões individuais.

Sofá 3 lugares MATIS Conforama Como escolher um sofá

Estrutura sofá 3 lugares DENIOS

Sofás para uma sala de apoio

Para uma sala de apoio, um quarto ou um ambiente mais formal pode ter assentos rasos e costas mais baixas. Como não será usado no dia a dia, pode-se apostar num sofá elegante e de formas curvilíneas, como por exemplo:

Sofá de tecido DANUBIO Conforama Como escolher um sofá

Sofá chesterfield LEWIS Conforama grande espaço

 

Sofá 3 lugares SKY Conforama

 

Sala Pequena

Para uma sala pequena, ou para espaços de leitura como tenho em minha casa, os cadeirões individuais vão dar conforto e permitem ter mais locais sentados. Pode também optar por um cadeirão colorido para dar um toque de cor à sala. Na minha sala, optei pelo Cadeirão de tecido BOO, que serve tanto de apoio ao espaço como de cadeirão de leitura.

Cadeirão BOO e YASMIN Conforama muitos estilos

Sofá cama CERVANTES Conforama

Sofá-cama para casas pequenas e versáteis

E, claro, não podia faltar os sofás-cama da Conforama, tão importantes para quem tem casas pequenas e precisa de criar uma divisão versátil – o meu escritório é também o quarto das visitas.

Assim, pode-se ter um sofá elegante que combine com uma decoração de escritório e, ao mesmo tempo, se torne numa cama quando necessário.

Claro que o meu é o castanho: É meio vintage/retro e combinou na perfeição comigo e com o espaço.

Sofá cama de pele sintética WILLEM Conforama casas pequenas

Sofá cama de tecido WILLEM Conforama casas pequenas

Erros a evitar na escolha do sofá

De acordo com a minha experiência e erros, quando pensamos em comprar um sofá há quatro que devem evitar:

  • Demasiado grande ou pequeno – É melhor medir a sala e o espaço onde se pensa colocar o sofá;
  • Não o experimentar – nem é apenas o ser, ou não, confortável. Quem é alto precisa de um assento profundo e quem tem maus joelhos precisa de um sofá baixo. O sofá tem de encaixar perfeitamente no nosso corpo. Assim, na loja sente-se, deite-se e experimente exatamente do jeito que o vai usar em casa;
  • Que não combina com a decoração – se não combinar com o resto da sala vai acabar por ficar deslocado;
  • Com o material errado – um sofá que seja usado por crianças não pode ter um tecido delicado ou tons claros. Vai estar constantemente sujo e vai estragar-se rapidamente.

Conforama

Envolva-se com as nossas redes sociais!

                   

Subscreva a nossa NewsLetter